O hábito de adoçar o café existe desde meados do século XVIII. Acredita-se que ele tenha surgido graças aos vieneses, ao mesmo tempo em que surgiu o hábito de coar o café e também ingeri-lo com leite.

Esse hábito de tomar o café adocicado foi adotado por milhares de brasileiros, que fazem o uso da bebida com açúcar até os dias de hoje, diariamente. Porém, fazer o uso do açúcar no café todos os dias pode causar danos sérios à saúde, fazendo com que a população corra um risco silencioso.

A seguir, confira mais informações sobre os perigos de adoçar o café com açúcar e como mudar este hábito aos poucos.

Os perigos de adoçar o café com açúcar

Os perigos de adoçar o café com açúcar

Como surgiu o hábito de adoçar o café com açúcar?

Acredita-se que o café teve seu surgimento em monastérios islâmicos no Yêmen, na Península Arábica.

Dali, foi levado até a Constantinopla, local onde foi fundada a primeira cafeteria do mundo, a qual recebeu o nome de Kiva Han.

Por volta do século XIV, quando o café chegou ao continente europeu, recebeu o nome de “vinho da Arábia”, pois os árabes costumavam chamar o grão de “qahwa” que significa “vinho” em sua língua.

Porém, o café torrado como é consumido atualmente só surgiu no século XVI.

Os grãos chegaram na Europa, levado pelos vienenses, que fundaram a Botteghe del Café, principal responsável por espalhar o hábito de torrar e moer o grão de café.

Também foram os vienenses que inventaram o costume de beber o café adoçado, coado e com leite.

Quais os riscos de tomar o café adoçado com açúcar todos os dias?

Pela manhã, segundo especialistas, uma pessoa acorda com 5 g de glicose no sangue, fazendo com que o organismo permaneça equilibrado. Supondo que o café da manhã desta pessoa seja um café com duas colheres de chá de açúcar – o que totaliza 8 g de açúcar – mais um pão francês – que possui 22 g de açúcar, esta pessoa consumiu, em seu café da manhã, 30 g de açúcar em sua corrente sanguínea, o que equivale a seis vezes a quantidade de açúcar que possuía no sangue quando acordou.

Ou seja, supondo que uma pessoa tome este mesmo café da manhã todos os dias, por diversos anos de sua vida, seu pâncreas – órgão responsável por “filtrar” o açúcar consumido – ficará sobrecarregado e esta pessoa se tornará diabética.

Portanto, opte por alimentos que não façam o corpo atingir picos altos de glicose, como omelete, iogurte natural com frutas ou, até mesmo, mingau de aveia.

Se ainda quiser ingerir o café, crie o hábito de tomá-lo sem açúcar, é uma questão de tempo até o corpo se acostumar!

Os perigos de adoçar o café com açúcar